A NASA tem vindo a divulgar imagens impressionantes capturadas durante a Missão Juno. As últimas divulgadas pela agência espacial permitem ver as tempestades que acontecem em Júpiter e os conjuntos de nuvens lá existentes.

A Missão Juno iniciou-se em 2011, mas só em 2016 a sonda espacial chegou a Júpiter. As imagens agora lançadas foram capturadas pela câmara instalada na sonda Juno, que se encontrava a menos de 12 mil milhas do gigante gasoso.

A cada 53 dias, Juno aproxima-se de Júpiter, e, em menos de duas horas, viaja do polo norte para o sul. A sequência mostra a rapidez com que a visão geométrica da ‘JunoCam’ se altera. A imagem acima é uma sequência de 11 imagens — à esquerda encontra-se o polo sul e à direita o polo norte — que foram captadas em setembro de 2017.

De acordo com a publicação no site mother nature networks, as imagens anteriores tinham sido capturadas do equador, o que permitia ver as cores laranja e avermelhadas que dominam o planeta. Mas agora aconteceu algo diferente.

Pela primeira vez, Juno tirou imagens dos polos”, acrescentando que “é uma imagem completamente diferente… É quase irreconhecível como Júpiter. E podemos ver os ciclones, os grupos de ciclones, dançando nos polos, e tempestades”, disse o cientista da NASA, Jack Connerney, e elemento da Missão Juno.

A série de imagens acima mostra a aproximação a Júpiter, uma sequência de imagens coloridas, capturadas no início de setembro.

As últimas fotografias lançadas pela NASA podem ser vistas na nossa fotogaleria.