O comportamento de Kevin Spacey já é um problema há vários anos. Sabe-se agora que a produção do filme Os Suspeitos do Costume, de 1995, chegou a ser interrompida durante dois dias, depois de Kevin Spacey ter sido alegadamente apanhado com um jovem ator no set.

Numa entrevista dada ao The Sunday Times, o ator Gabriel Byrne revelou que inicialmente ele e outros desconheciam o motivo da interrupção — mas com o tempo vieram a perceber que estava em causa a conduta inapropriada de Spacey, que na longa-metragem dá vida à personagem Verbal (papel pelo qual ganhou o óscar de Melhor Ator Secundário).

“Honestamente, eu não sabia a extensão da sua violência. Quer dizer, havia uma piada, na medida em que as pessoas diziam ‘O Kevin é assim’, mas ninguém compreendia realmente a profundidade do seu comportamento predatório”, disse Byrne.

À mesma publicação, o ator de 67 anos contou que Kevin Spacey apresentava um “elemento de abuso absoluto de poder” que já antes vira em Harvey Weinstein — Byrne chegou a trabalhar em três filmes com o produtor norte-americano também acusado de assédio.

“House of Cards” vai mesmo ter uma 6ª (e última) temporada, mas sem Kevin Spacey

O filme Os Suspeitos do Costume não é o primeiro trabalho a ser prejudicado pela participação de Kevin Spacey. Ainda esta segunda-feira foi notícia que a série House of Cards vai ter uma sexta e última temporada sem Spacey — em novembro, a Netflix rompeu relações com o ator após o início do escândalo sexual que o envolve.