Um livro de memórias do imperador japonês Hirohito, que inclui as suas recordações da Segunda Guerra Mundial, vai ser leiloado, na próxima quarta-feira, pela Bonhams em Nova Iorque.

Prevê-se que o livro seja arrematado por entre 100 mil e 150 mil dólares (entre 84.210 e 126.315 euros).

O documento, composto por 173 páginas, foi ditado pelo imperador japonês Hirohito a uma série de ajudantes pouco depois do final da guerra. Foi criado a pedido do general Douglas MacArthur, cuja administração controlava à época o Japão.

O livro de memórias, também conhecido como o monólogo imperial, cobre uma série de eventos, desde o assassínio do barão da droga manchu Zhang Zuolin, em 1928, até à transmissão da rendição do imperador, gravada em 14 de agosto de 1945.

O conteúdo do documento causou sensação quando foi publicado pela primeira vez em 1990, pouco depois da morte do imperador.