Presidência da República

Zeca Mendonça sai do PSD para assessorar Marcelo em Belém

1.429

O histórico assessor do PSD, Zeca Mendonça, vai abandonar o PSD para assessorar o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Presidência confirmou mudança ao Observador.

O histórico assessor do PSD, Zeca Mendonça, vai abandonar o PSD e assessorar o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Questionado pelo Observador, fonte da Presidência da República confirmou que Zeca Mendonça será consultor para a comunicação da Presidência. O antigo jornalista da TVI, Paulo Magalhães, mantém-se como chefe do gabinete de comunicação e Zeca Mendonça vai completar uma equipa que também inclui Ricardo Jorge Branco, que está na Casa Civil desde o tempo de Cavaco Silva.

Em outubro, Mariana Mira Corrêa, que foi assessora de Marcelo Rebelo de Sousa na campanha das presidenciais e fazia parte da equipa de comunicação, passou a exercer outras funções, relacionadas com as relações internacionais. A equipa de comunicação ficou assim com uma vaga.

Zeca Mendonça está no PSD desde 1974, onde começou como segurança. Passou depois a assessor de imprensa. Numa altura que o PSD vai mudar de líder, Zeca Mendonça — que o Observador tentou, sem êxito, contactar nos últimos minutos — terá decidido mudar-se para Belém.

São conhecidas as excelentes relações entre Zeca Mendonça e Marcelo Rebelo de Sousa.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rpantunes@observador.pt
Marcelo Rebelo de Sousa

Conversas de taxista /premium

Paulo Tunhas

Saído da televisão para a presidência, Marcelo continuou à sua maneira na TV. Ninguém o tira de lá, o que lhe garante uma quase sobrenatural forma de ubiquidade e o caminho para o amor universal.

Governo

Cogitações sobre a remodelação /premium

Maria João Marques

Costa promoveu pessoas com pouquíssima experiência profissional fora da vida política. É dos piores indicadores para qualquer político. Viver sempre na bolha dos partidos é péssimo cartão de visita.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)