Ministério Público investiga rede de adoções IURD

O Ministério Público abriu um inquérito sobre uma alegada rede de adoções ilegais de crianças portuguesas ligadas à Igreja Universal do Reino de Deus. O lar para crianças funcionou entre 1994 e 2001.

Por Observador, Agência Lusa