O Real Madrid venceu esta quarta-feira o Al-Jazira Club, dos Emirados Árabes Unidos, no jogo da meia-final do Mundial de Clubes. O clube espanhol até começou a perder, com um golo de Romarinho – não, não é o filho de Romário – mas deu a volta ao resultado e ganhou por 2-1.

Mas o jogo fica na história por outros motivos. Aos 53 minutos, Cristiano Ronaldo fez o golo do empate. E parece que a cada golo, o português bate um recorde. O remate desta noite, a passe de Luka Modric, fez de Ronaldo o melhor marcador da história do Mundial de Clubes.

O avançado português estava até aqui em igualdade com os argentinos Lionel Messi e César Delgado e o uruguaio Luis Suárez – todos com cinco golos. Agora tem seis e é o rei dos marcadores da prova.

Com esta vitória, o Real Madrid apurou-se para a final do Mundial de Clubes, onde vai disputar o troféu com os brasileiros do Grémio.