Os associados da Raríssimas que queiram apresentar listas candidatas à direção e conselho fiscal da associação devem fazê-lo até ao dia 29 deste mês, sendo a Assembleia-Geral da instituição no dia 3 de janeiro.

A Assembleia Geral Extraordinária é convocada depois da demissão da presidente da direção, Paula Brito e Costa, na sequência da reportagem da TVI sobre alegadas irregularidades nas contas da Raríssimas, tendo a reportagem apresentado documentos que colocam a agora ex-presidente da associação como suspeita de utilizar fundos da Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) para fins pessoais.

Segundo a convocatória da Assembleia-Geral Extraordinária, a que a agência Lusa teve acesso, “sugere-se aos associados que, estando interessados em apresentar listas, o façam com a brevidade possível e, em qualquer caso, até ao dia 29 de dezembro”.

A Assembleia-Geral Extraordinária está marcada para dia 3 de janeiro às 10:00 no salão do quartel da Associação dos Bombeiros Voluntários da Moita, mas antes disso é necessário tempo para preparar os boletins de voto, já que a eleição dos membros é feita por voto secreto.