A notícia de que Cristiano Ronaldo ia construir um hospital pediátrico em Santiago do Chile em 2020 foi desmentida esta tarde. Segundo os assessores do avançado português, Ronaldo não só não vai construir um hospital como não tem nada que ver com o empresário que difundiu a “notícia falsa”, tal como escreve o jornal espanhol El País.

A informação foi incorretamente avançada pela firma de advogados Brafman Associates, que dizia assegurar os interesses do jogador, segundo se lia no El País, que esta manhã citava a agência Efe.

No comunicado divulgado aos meios de comunicação lia-se que o jogador ia “construir um hospital pediátrico em Santiago do Chile em 2020” e que este era apenas o primeiro hospital infantil com o cunho de Ronaldo na América Latina. A nota referia ainda que o alegado sócio do jogador, Alessandro Proto, também participaria no projeto.

Namorada de Cristiano Ronaldo partilha retrato de família nas redes sociais