Uma pegada de dinossauro com 115 milhões de anos foi parcialmente destruída à martelada, no Parque Nacional Bunurong Marine, na Austrália. A descoberta foi feita pelos guardas quando faziam uma visita guiada com um grupo escolar. Brian Martin, um dos guardas do parque, explicou que, aparentemente, a destruição “foi feita com um martelo e que os pedaços de pedra ao redor da pegada foram quebrados”.

A identidade dos autores não é ainda conhecida, nem a razão que motivou o ato, mas, segundo o jornal The Telegraph, quem o praticou teria de conhecer bem o local.

Para alguém danificá-la [a pegada] intencionalmente, teria de ter uma ideia aproximada da sua localização, porque as ervas crescem na rocha e parece uma rocha normal até se olhar de muito perto e se ver a pegada delineada”, disse Brian Martin.

A pegada foi descoberta em 2006 e deixada deliberadamente naquele local para que os visitantes a pudessem observar no seu contexto natural. Na altura, os paleontologistas fizeram um molde de silicone da pegada, o que pode agora permitir a restauração desta ‘impressão digital’ de dinossauro.

https://twitter.com/Kazi_Australia/status/943397216525471744

Desde 1991 têm sido encontrados milhares de ossos e dentes de dinossauros pequenos, mamíferos antigos, pássaros e peixes. Este parque, a leste de Melbourne, era conhecido por ter pelo menos seis tipos diferentes de dinossauros carnívoros.