Modelo 100% eléctrico cuja segunda geração deverá começar a chegar aos clientes europeus durante o próximo mês de Fevereiro, o Nissan Leaf entrou já em produção na fábrica que a marca nipónica possui em Sunderland, no Reino Unido.

O momento foi aproveitado pelo fabricante para dar a conhecer a gama e preços, inclusive para Portugal, mercado onde os valores começam nos 31.800€ da versão de entrada (Visia). Com o nível de equipamento Acenta o novo Leaf custa apenas mais 1.500€, ou seja, 33.300€, ao passo que o N-Connecta acresce a este último, 1.450€, fixando-se nos 34.750€. Finalmente, o topo de gama Tekna é proposto por mais 2.500€, ou seja, 37.250€.

Versão de entrada já com (quase) tudo

A versão de entrada (Visia) conta com um equipamento extremamente completo, do qual fazem parte tecnologias como a assistência ao arranque em subida, sensores de chuva e de luz, sistema de controlo inteligente de trajetória, sistema anti-colisão frontal com deteção de peões e travagem de emergência, alerta de manutenção de faixa, identificador de sinais de trânsito, sistema de manutenção na faixa de rodagem, detecção de fadiga do condutor, controlo de ângulo morto, sistema de colisão traseira e aviso sonoro para peões. Sem esquecer o e-Pedal, funcionalidade que permite que os condutores arranquem, acelerem, desacelerem e parem o automóvel, simplesmente aumentando ou diminuindo a pressão aplicada no acelerador.

A somar ainda a esta panóplia de soluções, as luzes diurnas e faróis traseiros em LED, a chave inteligente I-KEY, o Nissan Connect EV, o ecrã TFT de 7″ e o velocímetro analógico, além do ar condicionado automático com temporizador.

Por outro lado, num automóvel cuja autonomia surge, nesta segunda geração, fixada nos 378 km, do equipamento de série em todas as versões fazem igualmente parte dois cabos de carregamento, de 2,3 kW (tomada Shuko) e de 6,6 kW, para utilização em tomadas de Carga Normal (2,3 kW – 10A, 3,6 kW – 16A e 6,6 kW – 32A) ou Carga Rápida (50 kW). Esta última, capaz de recuperar até 80% da capacidade da bateria, em apenas 40 minutos.

Condução autónoma de série no N-Connecta

Quanto ao assistente de condução Nissan ProPilot, que não só mantém o carro na faixa e controla automaticamente a distância para o veículo da frente, como também permite estacionar, com um simples toque num botão, está disponível de série, apenas e só, no nível N-Connecta.

Já o nível de equipamento mais recheado (Tekna) destaca-se por englobar o sistema de áudio Bose com sete altifalantes, faróis LED automáticos auto-reguláveis e com sistema “Follow me Home”, volante e bancos em pele e aquecidos. Mas, neste caso, o estacionamento autónomo é um opcional, pelo qual é preciso pagar mais 500€.

Igualmente opcional é a pintura a dois tons, proposta apenas para as versões N-Connecta e Tekna, e que custa 400€. Sendo que a tonalidade branco, proposta para todas as versões, orça em apenas 200€, enquanto a pintura metalizada custa 550€.