Receitas

O Natal também é feito de sonhos

Estes sonhos de Natal vão deixá-lo com vontade de repetir a receita em qualquer altura do ano.

Ingredientes

  • 2,5 dl Água
  • 75 grs Manteiga
  • 2 Cascas de limão
  • 1 colher de café Sal
  • 200 grs Farinha
  • 5 Ovos médios
  • Açúcar (q.b.)
  • Canela em pó (q.b.)
  • Calda de açúcar (q.b. )
  • Óleo Fula Reduz o cheiro a fritos (q.b.)

Preparação

  1. Leve a água ao lume com a manteiga cortada em bocados, as cascas de limão e o sal. Deixe levantar fervura e derreter a manteiga completamente.
  2. Retire o tacho do lume, adicione a farinha peneirada de uma só vez e mexa fortemente até a massa formar uma bola em volta da colher, separando-se do tacho. Caso apareçam pontos de farinha por absorver, misture-a até a massa ficar bem homogénea.
  3. Leve a massa novamente a lume brando para secar um pouco mais e depois deite-a no recipiente em que será batida. Deixar arrefecer um pouco.
  4. Abra os ovos para um recipiente e misture muito ligeiramente (o peso total dos ovos depois de abertos deve ser entre 300 a 350 grs).
  5. Junte os ovos à massa, em 5 porções, batendo sem parar. A massa está pronta quando ao levantar a colher ou o batedor esta não cair.
  6. Aqueça o óleo Fula numa panela bem quente (temperatura máxima de 175ºC), mergulhar duas colheres de sopa no óleo quente, e com estas fazer bolinhas com a massa.
  7. De seguida deite as bolinhas de massa no óleo Fula quente. A massa deverá permanecer no fundo do recipiente durante 1 ou 2 minutos, decorrido este tempo ajude-a a soltar-se e deixe-a cozer até alourar. Durante a cozedura, que é lenta, os sonhos viram-se sozinhos.
  8. Escorra os sonhos sobre papel absorvente e polvilhe a gosto: com açúcar, com açúcar e canela, ou regados com uma calda de açúcar.
Conteúdo produzido pelo Observador Lab. Para saber mais, clique aqui.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: obslab@observador.pt
10 de junho

A função social da esquerda /premium

Rui Ramos

Talvez a direita, noutros tempos, tenha tido o papel de nos lembrar que não somos todos iguais. As reacções ao discurso de João Miguel Tavares sugerem que essa função social é hoje da esquerda.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)