A cotação da bitcoin, que está a cair desde terça-feira quando parecia estar a chegar aos 20 mil dólares no início da semana, estava de novo em queda esta sexta-feira na Ásia, a aproximar-se dos 13 mil dólares.

Cerca das 12h50 em Tóquio, (03h50 em Lisboa), a bitcoin estava a trocar-se a cerca de 13.248 dólares, contra cerca de 15.800 de dólares no início da manhã, ou seja, uma queda de 16%, segundo dados compilados pela agência Bloomberg.

A mais célebre das criptomoedas está a ser alvo de uma intensa especulação e a cotação subiu desde meados de novembro, depois de se cotar a cerca de mil dólares no início do ano.

Contrariamente ao dólar ou ao euro, este meio de pagamento não é emitido por bancos centrais, mas criado de maneira descentralizada por computadores que utilizam algoritmos complexos.

Os bancos – que com a bitcoin não assumem o seu papel clássico de intermediários nas transações financeiras – criticam a falta de transparência na fixação da cotação, cuja valorização de quinta-feira foi considerada “anormal” pelo governador do Banco do Japão, Haruhiko Kuroda.