As vendas de automóveis novos cresceram um total de 5,2% nos primeiros 11 meses de 2017, mas o que mais salta à vista é o boom dos SUV, que viram incrementar a procura em 31,9%, fruto não apenas da popularidade do conceito, como também da cada vez maior oferta, com todos os fabricantes a fazerem questão de estar presentes nos múltiplos subsegmentos desta classe de modelos.

A primeira constatação dos dados, revelados pela Jato, é que o barato não compensa, pois não foram os veículos mais acessíveis a liderar a tabela das vendas no Velho Continente.

A segunda, não menos interessante, é que apesar da crescente procura por SUV, não são as propostas mais pequenas e baratas a atrair mais clientes. A ponto de nenhum dos veículos do segmento B figurar no top 10 da tabela de vendas.

Outro dado a reter é que a crise da Volkswagen parece ser coisa do passado, pois a marca alemã não só coloca três veículos entre os 10 mais vendidos, como lidera em dois dos segmentos representados.

Veja na fotogaleria quem vendeu mais em 2017.