Desemprego

Número de desempregados inscritos nos centros de emprego caiu 16,8% em novembro

O número de inscritos nos centros de emprego caiu 16,8% em novembro face ao mesmo mês do ano passado, para 404.625, segundo dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

PAULO NOVAIS/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O número de inscritos nos centros de emprego caiu 16,8% em novembro face ao mesmo mês do ano passado, para 404.625, segundo dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

“No final do mês de novembro de 2017, estavam registados, nos Serviços de Emprego do continente e regiões autónomas, 404.625 indivíduos desempregados, número que representa 69,4% de um total de 583.277 pedidos de emprego”, avança o instituto na informação divulgada esta semana.

Apesar da queda de 16,8% face ao mês homólogo (menos 81.809 desempregados), os dados mostram que, comparando com o mês anterior, o número de inscritos ficou praticamente inalterado (mais 61 desempregados).

Para a diminuição do desemprego face a novembro de 2016, contribuíram todos os grupos de desempregados, com destaque para os homens (menos 19,3%), os adultos com idades iguais ou superiores a 25 anos (queda de 16,5%), os inscritos há menos de um ano (menos 16,4%), os que procuravam novo emprego (menos 17%) e os que possuem como habilitação escolar o 1.º ciclo do ensino básico (menos 20,7%).

As ofertas de emprego por satisfazer totalizavam em novembro 20.792, um acréscimo anual de 29,7% (mais 4.761) e uma descida mensal de 15% (menos 3.677).

Quanto aos movimentos ao longo do mês de novembro, o IEFP registou 56.884 desempregados inscritos, número inferior em 2,3% ao do mesmo mês de 2016, com a região do Alentejo a registar a descida percentual mais elevada, de 17,5%.

Comparando com o mês anterior, o volume de inscrições de desempregados foi superior em 5,9% (mais 3.169), devido ao aumento mensal de inscrições na região do Algarve (mais 5.603).

As ofertas de emprego recebidas ao longo de novembro totalizaram 10.233 em todo o país, mais 22,9% face ao mês homólogo (mais 1.909), mas menos 32,1% do que no mês anterior.

As colocações realizadas durante novembro totalizaram 7.405 em todo o país, número superior em 27,3% ao de igual período de 2016 e inferior em 4,1% comparando com outubro.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)