Jerusalém

Jerusalém. Depois de Trump e da Guatemala, quem é que se segue?

228

Depois dos EUA e da Guatemala, as Honduras podem ser o próximo país na lista. Governo israelita diz que está a negociar com dez países para que reconheçam Jerusalém como a capital de Israel.

Jimmy Morales e Benjamin Netanyahu em 2016

Quarenta anos depois de ter mudado a sua embaixada para Telavive, a Guatemala anunciou que vai reabrir a embaixada em Jerusalém e, desta forma, reconhecer a cidade como capital de Israel. A decisão surge três semanas depois de Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, ter anunciado exatamente a mesma coisa.

Benjamin Netanyahu, o presidente de Israel, elogiou a decisão e previu que “isto é só o princípio e é importante”. A vice-ministra de Assuntos Exteriores, por sua vez, disse mesmo à rádio israelita Kan que o país está a negociar “com outros dez Estados a mudança das suas embaixadas de Telavive para Jerusalém”.

O El País avança que o próximo país será, quase de certeza, as Honduras. Em conjunto com a Guatemala, o Togo e quatro micro-Estados do Pacífico, as Honduras foram um dos sete países que votaram a favor dos Estados Unidos e de Israel na assembleia-geral da ONU, na passada quinta-feira (128 países votaram contra, 35 abstiveram-se e 21 não exerceram o direito de voto).

O jornal israelita Yedioth Ahronoth inclui o Paraguai na mesma lista, ainda que fontes da diplomacia israelita garantam que “por agora” não existe qualquer outro país a ponderar a mudança da embaixada para Israel.

Ainda que tenha anunciado a mudança da embaixada, Jimmy Morales, o presidente guatemalteco, também fez saber que a transição só vai acontecer depois da dos Estados Unidos. O Departamento de Estado norte-americano acredita que o processo – que implica a construção de uma nova sede em Jerusalém – pode demorar mais de três anos.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
PS

O terrível regresso da "Europa da troika" /premium

Miguel Pinheiro

Nas eleições europeias, o PS é contra a "Europa da troika", contra a "Europa dos populistas" e contra a "Europa do Brexit". Ou seja: é uma soma de confusões, contradições e baralhações.

Venezuela

Um objeto imóvel encontra uma força imparável

António Pinto de Mesquita

Num dos restaurantes mais trendy de Madrid ouve-se o ranger de um Ferrari que para à porta. Dele sai um rapaz novo, vestido com a última moda. Pergunta-se quem é. “É filho de um general venezuelano”.

Venezuela

Um objeto imóvel encontra uma força imparável

António Pinto de Mesquita

Num dos restaurantes mais trendy de Madrid ouve-se o ranger de um Ferrari que para à porta. Dele sai um rapaz novo, vestido com a última moda. Pergunta-se quem é. “É filho de um general venezuelano”.

Enfermeiros

Elogio da Enfermagem

Luís Coelho
323

Muitos pensam que um enfermeiro não passa de um "pseudo-médico" frustrado. Tomara que as "frustrações" fossem assim, deste modo de dar o corpo ao manifesto para que o corpo do "outro" possa prevalecer

Poupança

O capital liberta

André Abrantes Amaral

É do ataque constante ao capital que advêm as empresas descapitalizadas, as famílias endividadas e um Estado sujeito a três resgates internacionais.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)