Natal que é Natal não poderia passar sem uma autêntica enxurrada de tweets e fotografias do universo do desporto para assinalar a quadra. Houve quem passasse em casa, houve quem se juntasse a amigos, houve quem aproveitasse para viajar (uma curiosidade, os adversários Piqué, do Barcelona, e Griezmann, do Atl. Madrid, foram a Nova Iorque e aproveitaram para ver o jogo entre os New York Knicks e Philadelphia 76ers). Depois, houve Fábio Coentrão.

No dia 24, o internacional português emprestado pelo Real Madrid ao Sporting colocou uma imagem na sua conta oficial das redes sociais entre família e amigos (como André Villas-Boas, ex-companheiro do lateral quando esteve no Rio Ave, que terminou na última época a carreira), mas o facto de ter feito a ceia de Natal com o tradicional bacalhau, batatas e couves sem mesa e no chão acabou por merecer muitos comentários e reparos.

Foi exatamente essa “onda” que despertou o interesse dos jornais espanhóis, como o Mundo Deportivo, que termina a sua peça dizendo que o esquerdino receberá cerca de 3,5 milhões de euros por temporada. “Roubaram-te as mesas e as cadeiras?” e “Ganhas milhões mas não tens dinheiro para comprar uma mesa? Ok” são dois dos comentários mencionados. Também o As dá conta das várias reações dos seguidores.

Coentrão e o regresso do menino querido das Caxinas que seria pescador se não fosse o futebol

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em paralelo, houve também uma espécie de “contra resposta” às críticas, com muitos fãs dos jogadores a surgirem nos comentários a defender Fábio Coentrão.

Sporting. Como fazer a (segunda) metamorfose de Fábio Coentrão?