Um asteroide gigante, com 625 a 700 metros de diâmetro, foi descoberto por astrónomos no Havai em outubro de 2015. Mas não foi a dimensão que os surpreendeu, antes o formato visivelmente semelhante ao de uma caveira. O estranho asteroide passou perto da Terra algumas semanas depois, na noite do Halloween, a uma distância de aproximadamente 486 mil quilómetros (1,3 vezes a distância da Lua à Terra), e está agora de regresso.

Entretanto batizado de 2015 TB145 — mas mais conhecido como o “Asteroide do Halloween” –, o corpo rochoso e metálico vai poder ser estudado uma vez mais em novembro de 2018, ainda que o regresso se faça a uma distância maior do que o verificado em 2015: o asteroide vai passar pela Terra a uma distância 105 vezes maior do que a da Terra à Lua.

Em 2015, cientistas de todo o mundo, incluindo da NASA, conseguiram estudar o asteroide, que em algumas imagens apresentou estranhas semelhanças com um crânio humano devido ao seu relevo e às condições de iluminação, escreve o jornal Globo. Através desta análise foi possível determinar o seu período de rotação (ou seja, a duração do “dia”), que poderá variar entre 2,94 e 4,78 horas. As descobertas foram divulgadas em fevereiro na publicação Astronomy & Astrophysics.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ainda de acordo com as observações feitas, acrescenta a Quartz, os cientistas especulam que o asteroide seja um cometa extinto, que terá perdido os seus componentes voláteis depois de orbitar demasiadas vezes à volta do sol. O certo é que, em novembro do próximo ano, cientistas e asteroide voltam a encontrar-se.