Rádio Observador

Escolas

ASAE encerrou uma cantina escolar e aplicou 23 multas no final do 1.º período

116

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica aplicou 23 processos de contraordenação e suspendeu a atividade de uma cantina escolar por motivos de higiene.

A operação de fiscalização foi realizada nas últimas semanas do 1.º período escolar e abrangeu 129 cantinas

Estela Silva/Lusa

Autor
  • Marlene Carriço

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) instaurou 23 processos de contraordenação e suspendeu a atividade de uma cantina escolar por falta de higiene, como resultado de uma operação de fiscalização a 129 cantinas do ensino pré-escolar, básico, secundário, superior e/ou profissional, de natureza pública ou privada.

“Como resultado destas ações, foram fiscalizados 129 operadores económicos, tendo sido instaurados 23 processos de natureza contraordenacional, destacando-se como principais infrações o incumprimento dos requisitos gerais e específicos de higiene, a inexistência de processo(s) baseados nos princípios do HACCP ou a sua deficiente implementação e a falta de inspeção periódica à instalação de gás”, lê-se no comunicado enviado pela ASAE às redações, esta sexta-feira.

Foi ainda determinada a suspensão de atividade de uma cantina escolar por incumprimento dos requisitos gerais e específicos de higiene.”

A operação de fiscalização foi realizada nas últimas semanas do 1.º período escolar a nível nacional “com o objetivo de verificar o fornecimento de refeições aos alunos com o objetivo de garantir as condições relativas à Segurança Alimentar”.

Este ano o número de denúncias sobre a quantidade e a qualidade das comida nas cantinas escolares aumentou. E levou mesmo o Ministério da Educação a aumentar a fiscalização por todo o país, com a criação de equipas próprias.

Em média são servidas cerca de 500 mil almoços por dia. E nos últimos três anos, os fiscais da ASAE encontraram alimentos deteriorados, com qualidade ou composição alterada, ou mesmo em estado de decomposição ou putrefação em cantinas e refeitórios escolares e que resultaram na instauração de 20 processos crime e na suspensão da atividade em 13 operadores económicos ou estabelecimentos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)