As autoridades da província de Sofala, no centro de Moçambique, descobriram mais quatro corpos nas proximidades do distrito de Cheringoma, onde foram encontrados 13 corpos abandonados no dia 23 de dezembro, informou fonte da Procuradoria Provincial.

Os novos corpos foram encontrados nas matas do distrito de Maríngue, segundo uma fonte da procuradoria citada esta sexta-feira pelo diário O País.

Além dos corpos, as autoridades encontram duas pessoas com vida, que foram levadas para o Hospital de Quelimane. A nacionalidade destas pessoas ainda é desconhecida.

José Tomás, administrador de Cheringoma, onde foram encontrados os primeiros corpos, esclareceu que se tratavam de cidadãos etíopes que morreram por asfixia. Para os dois casos, de acordo com fontes da Procuradoria, foram abertos processos para averiguar as reais circunstâncias da morte das pessoas.