Papa Francisco

Papa pede uma igreja “humilde” em dia dedicado a refugiados e imigrantes

470

Na primeira celebração eucarística de 2018, o Papa Francisco criticou os que incitam o medo aos imigrantes e avisou: "As migrações globais continuarão a marcar o nosso futuro"

Fabio Frustaci/EPA

O papa pediu esta segunda-feira que a Igreja seja “humilde, pobre de coisas e rica de amor”, e criticou os que incitam o medo aos migrantes, durante a sua primeira missa do ano, na Basílica de São Pedro, no Vaticano.

O pontífice celebrou a primeira eucaristia de 2018 no dia em que a Igreja celebra a 51 Jornada Mundial da Paz, para o que escreveu uma mensagem em que criticou os que fomentam o medo aos imigrantes.

Na mensagem, que o Vaticano tinha difundido por antecipação em novembro, o papa manifesta-se contra os que incitam o medo aos imigrantes, por vezes com fins políticos, pois só criam racismo e violência.

“Os que fomentam o medo aos imigrantes, em ocasiões com fins políticos, em vez de construir a paz, semeiam violência, discriminação racial e xenofobia, que são fonte de grande preocupação para todos aqueles que levam a sério a proteção de cada ser humano”, escreveu o pontífice.

Na mensagem para a Jornada da Paz, que este ano tem como título “Imigrantes e refugiados: homens e mulheres que procuram a paz”, Jorge Bergoglio adverte que “as migrações globais continuarão a marcar o nosso futuro”.

O papa pediu aos fiéis que se encontravam na basílica do Vaticano que deixem “os fardos do passado” e pensem “de novo no que importa” e insistiu em que Deus quer que a Igreja seja como a Virgem, “mãe terna”.

A celebração eucarística desta segunda-feira no Vaticano foi dedicada à “solenidade de Maria Santíssima Mãe de Deus” e nesta ocasião o papa afirmou que a devoção a Maria “não é uma cortesia espiritual, é uma exigência da vida cristã”.

“O dom da mãe, o dom de todas as mães e de toda a mulher é muito valioso para a Igreja, que é mãe e mulher”, disse Francisco, acrescentando que uma mãe “sabe como proteger, unir no coração, vivificar”.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Trabalho

Teletrabalho é modernidade laboral

Fabiano Zavanella

Defendemos que a tecnologia, aliada ao teletrabalho, é uma contribuição enorme para o problema da mobilidade urbana, principalmente nos grandes centros, e uma das soluções para minorar o desemprego.

Educação

Estado-educador e Estado-cultura, em marcha?

Mário Pinto

Não existe uma educação para a cidadania única e institucional. Há várias concepções de cidadania, mesmo como concepções de vida democrática, pois há pluralismo social e cultural, ou moral e religioso

Igreja Católica

A Europa e a Páscoa dos Cristãos no Mundo

Raquel Vaz-Pinto
208

Ao celebrar a Páscoa e a sua compaixão devíamos reflectir sobre os sacrifícios dos cristãos que vivem longe e fazer a pergunta difícil e dolorosa: conseguiríamos manter a Fé e de seguir o seu exemplo?

NATO

Os 70 anos da NATO, vistos da Europa


João Diogo Barbosa

Não só o “exército europeu” se tornou um dos temas essenciais para o futuro, como foi possível, pela primeira vez, a aprovação de um Programa Europeu de Desenvolvimento Industrial no domínio da Defesa

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)