A tradição diz que é o pai a levar a noiva ao altar, mas isso poderá não acontecer no casamento do príncipe Harry e Meghan Markle. Segundo o E! News e a US Weekly, a atriz norte-americana, de 36 anos, quer que seja a mãe, a professora de ioga Doria Radlan, a levá-la ao altar e não o seu pai, Thomas Markle — os pais da atriz divorciaram-se quando ela tinha seis anos.

“Ouvi dizer que a Meghan quer que seja a mãe a levá-la ao altar”, disse uma fonte ao US Weekly. “Com o casamento, eles querem querem fazer as coisas à maneira deles. Ainda que queiram ter em conta as tradições e as perspetivas dos mais velhos, o dia é sobre eles e sobre o que eles querem fazer. O dia do casamento terá com certeza surpresas pouco convencionais.”

Fonte do Palácio de Kensington também confirmou que o casal quer fazer as coisas à sua maneira. “Harry nunca foi pessoa de cumprir as regras e tanto ele como Meghan são pessoas extremamente independentes.”

Recorde-se, por exemplo, que no caso do casamento de William e Kate Middleton, foi o pai da Duquesa de Cambridge, Michael Middleton, que a levou ao altar da Abadia de Westminter.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A meia-irmã de Meghan Markle, contudo, afirmou que o pai gostaria de levar a atriz ao altar. “Muito do que se tem dito de ser a Doria a levar a Meg ao altar não é verdade. O nosso pai irá levá-la ao altar… não acreditem nos tabloides”, escreveu Samantha Markle Grant na sua página de Twitter.

Quem também já se voluntariou para levar Meghan ao altar foi o meio-irmão Thomas Markle Jr.: “Se o meu pai não a levar ao altar, então eu levo-a”, afirmou Thomas Markle Jr. ao jornal inglês Daily Mail.

Ainda não se sabe, porém, se Thomas ou Samantha serão convidados para a cerimónia — Thomas não fala com irmã desde 2011. “Não sei se ela poderá convidar quem quiser. Mas ela falará comigo se me quiser lá — ela liga-me. Ela sabe onde me encontrar.”

Irmã de Meghan Markle responde a comentário de Harry