A Cabify fechou 2017 com mais de 13 milhões de utilizadores no mundo e centenas de milhares de motoristas, informou a empresa esta sexta-feira em comunicado. A tecnológica espanhola anunciou também que teve um crescimento global de mais de 500% em receitas brutas no ano passado, mas não avançou com valores. Questionado pelo Observador, a empresa explicou que esses dados são confidenciais.

Em relação ao número de viagens efetuadas em 2017, foram seis vezes mais do que as realizadas em 2016, mas a empresa também não indicou quantas. No ano passado, a empresa que permite ligar utilizadores a motoristas privados consolidou a liderança no setor empresarial e conta agora com mais de 50.000 clientes corporativos a nível global.

“Este crescimento deve-se principalmente ao crescente conhecimento e adaptação aos mercados onde opera. Ao longo do passado ano, a Cabify decidiu concentrar os esforços para melhorar a mobilidade de Espanha, Portugal e de vários países da América Latina tendo, para isso, criado um modelo de mobilidade como serviço (MaaS) que se adapta às condições particulares da cada cidade”, lê-se no comunicado.

Para 2018, a Cabify anunciou que quer investir em talento, triplicar a equipa de desenvolvimento tecnológico, reforçar e melhorar os serviços nas cidades onde está presente. “Para isso, focar-se-á na investigação, inovação e desenvolvimento tecnológico que lhe permitirá continuar a melhorar a plataforma em termos de segurança e qualidade, tanto para utilizadores como para parceiros e motoristas”, lê-se no comunicado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Entre as novidades planeadas para 2018, destaca-se o lançamento de uma nova app para os utilizadores e uma plataforma que introduz melhorias na gestão da mobilidade corporativa. Para tal, a Cabify prevê triplicar o tamanho da equipa de desenvolvimento de produto.

“Vivemos num momento de massificação nas cidades, tanto com o trânsito de veículos como de pessoas mas com a emergência de soluções inovadoras como a que a Cabify oferece, estamos cada vez mais perto do dia onde a nossa visão se tornará realidade e os cidadãos das grandes cidades podem substituir os seus veículos privados por uma alternativa mais sustentável e conveniente”, afirmou Ricardo presidente executivo da Cabify.