Matemática

Descoberto o maior número primo conhecido. Tem mais de 23 milhões de dígitos

236

Tem 23 milhões de dígitos e valeu ao engenheiro da FedEx que o descobriu um prémio de 2.500 euros. "M77232917" nasceu de um programa gratuito. E é mais especial do que parece.

Getty Images/iStockphoto

Um engenheiro eletrotécnico da empresa de entregas FedEx descobriu o maior número primo alguma vez encontrado: “M77232917”, como foi batizado o número, tem mais de 23 milhões de dígitos e apenas pode ser dividido por 1 ou por ele próprio. O homem que o descobriu chama-se Jonathan Pace, tem 51 anos, é norte-americano e participa num programa de voluntariado chamado Great Internet Mersenne Prime Search (GIMPS), precisamente dedicado à busca de números primos.

“M77232917” tem precisamente 23.249.425 dígitos e pode ser encontrado através da diferença da potência de 2 pelo número 77.232.917 e 1.

Um número primo é qualquer número que só é divisível por 1 ou por ele próprio, como é o caso do número 2 ou do número 7, por exemplo. Até agora, o maior número primo tinha menos um milhão de dígitos e nem sequer era tão especial quanto este. É que “M77232917” é um número primo de Marsenne: um número natural em que a diferença de uma potência de 2, com um expoente primo, e 1 resulta também ele num número primo. É o caso do 7, do 37 e do 127, por exemplo.

“M77232917” veio à tona porque este engenheiro do estado do Tennesse utilizou um programa gratuito, incluído no projeto em que participava, e teve acesso a “computadores razoavelmente modernos” capaz de pôr o software em causa a funcionar durante seis dias seguidos. É um programa tão poderoso que até conseguiu detetar erros nos processadores da Intel que um utilizador normal nunca teria encontrado. Jonathan Pace já fazia esta busca há 14 anos mas só agora é que conseguiu encontrar este número, o 50º primo de Marsenne conhecido. O anterior tinha sido descoberto em janeiro de 2016, mas o programa já permitiu encontrar outros 16 desde 1996, quando foi criado e disponibilizado ao público.

Jonathan Pace vai ganhar cerca de 2.500 euros graças a esta descoberta, mas o grande prémio vai ser entregue apenas a quem encontrar um número primo com pelo menos 100 milhões de dígitos: quem o fizer tem reservados para si 124,5 mil euros, um valor prometido pela Electronic Frontier Foundation.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mlferreira@observador.pt
Educação

Índices: orgulho e preconceito

João Araújo
129

Erradicar os índices seria levar a humanidade para a idade da pedra. Em algumas áreas (como na Educação) eles estão sob fogo cerrado, como sucede a tudo que exponha os seus embustes e maus resultados.

caderno de apontamentos

Uma aula fora da sala /premium

Maria João Passos
903

O “fracasso” na Matemática não depende exclusivamente das características da disciplina. É urgente renovar profundamente a escola, para que esta se torne um espaço motivante e agradável de trabalho.

Educação

O objeto da Física é o universo

Filipe Moura
133

Toda a argumentação que o autor apresenta em relação à Matemática pode ser desenvolvida em relação à Física, que historicamente é a única ciência natural que contribuiu para o progresso da Matemática.

Eleições Europeias

Querida Europa...

Inês Pina

Sabemos que nos pedes para votarmos de cinco em cinco anos, nem é muito, mas olha é uma maçada! É sempre no dia em que o primo casa, a viagem está marcada, em que há almoço de família…

Educação

Aprendizagem combinada: o futuro do ensino

Patrick Götz

Só integrando a tecnologia na escola se pode dar resposta às necessidades do futuro, no qual os futuros trabalhadores, mesmo que não trabalhando na indústria tecnológica, terão de possuir conhecimento

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)