A Mercedes-Benz informou esta segunda-feira que 2017 foi o sétimo ano consecutivo da marca alemã com recorde de vendas mundiais, com cerca de 2,3 milhões de carros vendidos, um aumento de 9,9% face ao ano anterior.

A marca de Estugarda adianta ainda, em comunicado, que a Mercedes-Benz foi a marca ‘premium’ mais vendida na indústria automóvel pelo segundo ano consecutivo. O aumento de vendas em 2017 atingiu o valor mais alto de sempre em vários países da Europa, como é o caso de Portugal, com uma subida de 6,2%.

A Mercedes-Benz bateu recordes de crescimento de vendas também na Grã-Bretanha (6,4%), França (9,7%), Espanha (11,9%), Bélgica (15,1%), Suíça (7,7%), Suécia ( 15,4%), Polónia (42,4%), Áustria (15,2%).

A liderança de mercado manteve-se na Alemanha e nos Estados Unidos e a China foi o país com maior crescimento de vendas, com uma subida de 25%, avança a Mercedes. Segundo a marca do grupo Daimler, o aumento das vendas foi conduzido sobretudo pelo novo classe E berlina, com mais de 350 mil unidades entregues a clientes e entre janeiro e dezembro, um aumento de 40% no primeiro ano completo de vendas.