Meteorologia

Nevou no Sahara pela terceira vez em 37 anos. As fotos do fenómeno raro

4.587

A areia do deserto do Sahara ficou esta segunda-feira coberta por 40 centímetros de neve. É a terceira vez em 37 anos que neva no deserto mais quente da Terra. As fotos dos fotógrafos argelinos.

Zineddine Hashas

A comuna argelina de Ain Sefra acordou no domingo com uma camada de 40 centímetros de neve a cobrir a areia do Sahara, o deserto mais quente do planeta. A tempestade começou de manhã e a neve só começou a ceder ao calor das dunas às cinco da tarde. Este é um fenómeno raro: foi a terceira vez que nevou naquele deserto em 40 anos. A última vez tinha sido em 2106.

Nas regiões mais altas do deserto, a neve assentou como um manto em cima da areia cor de laranja. Mais perto da cidade, conhecida como “Portão para o Sahara”, a neve apenas atingiu cinco centímetros de altura. Foi, no entanto, o suficiente para que fotógrafos como Zineddine Hashas e Karim Bouchetata pegassem nas câmaras para eternizar a paisagem em imagens como as que pode ver na fotogaleria.

Em 2016, a neve chegou a Ain Sefra pouco depois do Natal e causou muitas dificuldades ao trânsito: as ruas ficaram escorregadias e cobertas de gelo até janeiro de 2017. Antes disso, a cidade só tinha visto neve a 18 de fevereiro de 1979: a tempestade fez nevar no deserto do Sahara durante meia hora, paralisando completamente o trânsito em Ain Sefra.

De acordo com os meteorologistas, esta tempestade de neve é o resultado de uma massa de ar frio vinda do norte do globo que assentou no norte de África por causa das altas pressões atmosféricas na Europa. Essas pressões fizeram com que a massa de ar frio descesse mais do que é costume, baixando muito as temperaturas em Ain Sefra. Esta altura do ano costuma ser marcada por temperaturas de 12ºC nessa cidade, mas que já teve também um recorde de -10ºC no inverno. No verão, o mercúrio dos termómetros sobe aos 37ºC.

Os especialistas dizem que o facto de ter nevado outra vez no Sahara em tão pouco tempo é “incomum, mas não estranho”. É que Ain Sefra está a uma altitude de 1.081 metros (metade da altitude da Serra da Estrela) e fica rodeada da Cordilheira do Atlas, uma cadeia de montanhas que se estende por 2.400 quilómetros em Marrocos, Argélia e Tunísia. É por isso que “não é surpreendente que esta área veja alguma neve se as condições forem as necessárias”, como ocorreu no início da semana.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: [email protected]
Cancro

Ficção e realidade

João de Bragança
121

Neste Setembro Dourado para a comunidade que lida com o cancro infantil é tempo de contar histórias reais para alertar quem decide, quem não sabe o suficiente, para que também a realidade faça sentido

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)