200 milhões por 10% do Montepio? "Nada decidido"

Edmundo Martinho, provedor da Santa Casa, diz no parlamento que "nada disto é novo: a Santa Casa sempre teve participações no setor financeiro" e "não pode pôr o dinheiro no banco, a render 0%".

Por Edgar Caetano