A cadeia sueca Ikea está a pedir aos clientes — ou, melhor, às clientes — que urinem num anúncio que está em várias revistas na Suécia. O anúncio em papel funciona, na realidade, como um teste de gravidez, e as clientes que tiverem um teste positivo têm um desconto na compra de um berço.

“Urine neste anúncio. Fazê-lo pode mudar a sua vida” é o que se lê em cima da imagem de um berço, com o fundo branco característico das campanhas publicitárias da marca sueca. Abaixo da imagem está uma faixa onde estão os reagentes químicos que são, basicamente, os mesmos que existem em alguns testes de gravidez vendidos nas farmácias.

O anúncio faz parte da campanha “Onde a vida acontece”, que a cadeia sueca está a fazer com a agência Akestam Holst. Quando o teste dá positivo, faz aparecer, por baixo do preço normal do berço, um novo preço com desconto — uma forma de encorajar as leitoras a tornarem-se membros do cartão de cliente da cadeia sueca.

A campanha está a gerar alguma controvérsia, desde logo porque se questiona de que forma será salvaguardada a saúde dos funcionários da Ikea que terão de receber, das pessoas, os testes de gravidez/páginas de revista.

Apesar de apenas estar a decorrer na Suécia (e com números limitados, devido ao custo da tecnologia), a campanha já atravessou o Oceano Atlântico e o comediante Jimmy Kimmel, que tem um dos talk shows com maior audiência nos EUA, já aproveitou para chamar a esta “a campanha publicitária de mobília para bebés que é ou a mais criativa ou a mais repugnante de sempre”.

https://youtu.be/hKQyzq4Ders