O FC Barcelona acabou neste domingo com a ‘maldição’ de San Sebastian, 11 anos depois, ao vencer a Real Sociedad por 4-2, depois de estar a perder por 2-0, acabando invicto a primeira volta da Liga espanhola de futebol. A formação basca, que somava cinco triunfos e dois empates nas últimas sete receções aos catalães, ameaçou continuar a ‘saga’, ao conseguir dois tentos de vantagem, por intermédio do brasileiro Willian, aos 11 minutos, e de Juanmi, aos 34.

O ‘Barça’ parecia, mais uma vez, destinado a não vencer no Anoeta, mas o uruguaio Luis Suárez mostrou que, afinal, ainda era possível conseguir algo, com uma fuga pela esquerda e assistência perfeita para o brasileiro Paulinho, aos 39 minutos. Na segunda parte, o uruguaio deu a volta ao jogo, primeiro com um ‘brilhante’ remate em jeito, servido pelo argentino Lionel Messi, aos 50 minutos, e depois, aos 71, com um pontapé ‘seco’, após corte de cabeça do belga Vermaelen. Os catalães apoderaram-se em definitivo do comando do encontro e, aos 85 minutos, Messi ‘acabou’ com as dúvidas, ao apontar o quarto, de livre direto, ao ângulo superior direito, com o guarda-redes Rulli ‘pregado’ ao relvado.

Lionel Messi reforçou a liderança dos marcadores, passando agora a somar 17, enquanto Luis Suárez subiu ao segundo lugar, totalizando 13. O ‘Barça’, agora a única equipa invicta dos cinco principais campeonatos (16 vitórias e três empates) — face ao desaire do Manchester City em Liverpool -, manteve nove pontos de vantagem sobre o Atlético de Madrid e 11 face ao Valência.

O primeiro triunfo em San Sebastián desde o 2-0 de 2006/2007 (golos de Iniesta e Eto’o, a 05 de maio de 2007) valeu ainda alargar para 19 pontos a vantagem sobre o Real Madrid, que no sábado perdeu por 1-0 na receção ao Villarreal.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

No encontro de hoje, o português André Gomes foi titular no ‘Barça’, sendo substituído aos 80 minutos, pelo francês Digne, enquanto o seu compatriota Nélson Semedo saiu da convocatória devido a gripe. Nos locais, Kévin Rodrigues jogou os 90 minutos.

Nos outros embates do dia, destaque, pela negativa, para o Sevilha, que perdeu a possibilidade de igualar o Real Madrid no quarto lugar, ao perder por 1-0 no reduto do Alavés, vencedor com um tento de Manu Garcia, aos 52 minutos. Por seu lado, o Celta de Vigo ganhou na casa do Levante por 1-0, com um tento do dinamarquês Pione Sisto, aos 37 minutos, e, em Barcelona, o Espanhol adiantou-se aos 29, por Gerard, mas o Athletic chegou ao 1-1, por Inãki Williams, aos 35.