Uma vez que a maioria dos condutores não pratica uma condução tão atenta e segura quanto seria desejável, é bom que os veículos que conduzem os protejam em caso de acidente. Porque um automóvel mais seguro não custa necessariamente mais do que um que proteja de forma menos eficaz os ocupantes, em caso de embate, seja ele frontal, lateral ou enviesado, importa saber quais os carros mais seguros entre os avaliados em 2017 pelo Euro NCAP, o organismo que destrói centenas de modelos por ano, para apurar quais os melhores. Até quando em causa está o atropelamento de peões.

Segundo o secretário geral do EuroNCAP, Michiel van Ratingen, o destaque nos crash tests realizados no ano findo vai para a Volkswagen, construtor que conseguiu colocar três modelos na liderança de outras tantos segmentos, conquistando assim três best in class. O bom desempenho do fabricante alemão no capítulo da segurança foi atingido com o Polo, entre os Utilitários, pelo T-Roc na classificação reservada aos Pequenos SUV e com o Arteon, que liderou entre os Familiares Executivos.

Nos restantes segmentos, o Volvo XC60 venceu entre os Grandes SUV, o Opel Crossland X entre os Pequenos MPV, e o Subaru XV e Impreza entre os Pequenos Familiares.

Mas o responsável pelo EuroNCAP salientou ainda as melhorias verificadas em termos do resultado médio obtido por todos os fabricantes, com muitos carros novos a revelar níveis de protecção muito eficazes, o que prova que os fabricantes estão a levar muito a sério – o que implica o investimento adicional de milhões de euros na concepção de cada novo veículo – o tema da protecção de ocupantes e peões.