Open da Austrália

Federer e Djokovic estreiam-se com triunfos tranquilos no Open da Austrália

Roger Federer precisou de uma hora e 39 minutos para vencer o esloveno Aljaz Bedene. Após seis meses afastado por lesão, Djokovic afastou o norte-americano Donald Young.

TRACEY NEARMY/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O tenista suíço Roger Federer, número dois mundial, iniciou de forma tranquila a defesa do título no Open da Austrália, com uma vitória em três ‘sets’, tal como o sérvio Novak Djokovic, antigo número um.

Perante o esloveno Aljaz Bedene, 51.º do mundo, Federer precisou de uma hora e 39 minutos para vencer, por 6-3, 6-4, 6-3, passando pela 18.ª vez em outras participações à segunda ronda em Melbourne.

“[Repetir o triunfo do ano passado?] Eu penso muito sobre isso, porque foi o meu torneio favorito no ano passado, foi uma grande surpresa, mas não sei se consigo chegar tão longe este ano. Não controlo tudo”, disse Federer, de 36 anos, que vai encontrar na próxima ronda o alemão Jan-Lennard Struff.

No regresso à competição oficial, após seis meses afastado por lesão, Djokovic, seis vezes campeão do primeiro torneio do ‘Grand Slam’da temporada e agora no 14.ºlugar do ‘ranking’, afastou o norte-americano Donald Young, 63.º, por 6-1, 6-2, 6-4, em uma hora e 51 minutos.

“Não há melhor sítio para começar do que aqui na Austrália. Eu adoro vir aqui jogar. Venho de um longo período sem encontros oficiais, mas passei um bom tempo com a minha família”, afirmou ‘Djoko’, que vai encontrar o francês Gael Monfils na segunda ronda.

Também o suíço Stanislas Wawrinka, vencedor em 2014 em Melbourne e atualmente no nono lugar do mundo, regressou à competição, após alguns meses de ausência, afastando o lituano Ricardas Berankis, 141.º, por 6-3, 6-4, 2-6, 7-6 (7-2).

Num dia sem grandes surpresas no quadro masculino, o alemão Alexander Zverev (quarto cabeça de série), o austríaco Dominic Thiem (quinto) e o belga David Goffin (sétimo) seguiram em frente. No setor feminino, a romena Simona Halep, líder do ‘ranking’, apanhou um pequeno ‘susto’ no primeiro ‘set’, mas afastou a ‘convidada’ australiana Destanee Aiava, 153.ª do mundo, por 7-6 (7-5), 6-1.

Afastada de Melbourne há dois anos, devido a uma suspensão por doping, a russa Maria Sharapova, 61.ª do mundo, regressou a um ‘major’ com um triunfo sobre a alemã Tatjana Maria, 47.ª, por 6-1, 6-4. “Já não vinha aqui há um par de anos. Obviamente queria aproveitar o momento”, disse a campeã do Open da Austrália de 2008.

Num dia em que a checa Petra Kvitova, 27.ª pré-designada e vencedora de dois torneios de Wimbledon, foi afastada, a espanhola Garbiñe Muguruza, terceira cabeça de série e campeã em Londres em 2017, a checo Karolina Pliskova (sexta) e a britânica Johanna Konta (nona) passaram à segunda ronda.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)