Álvaro Almeida, o candidato da coligação Porto Autêntico apoiada pelo PSD nas últimas autárquicas, acabou de se inscrever no PSD, anunciou o gabinete de Rui Rio. “Na sequência da vitória nas diretas e com Rui Rio como proponente”, lê-se no comunicado enviado às redações. Álvaro Almeida disputou como independente a câmara do Porto, tendo recebido o apoio formal do PSD — mas o resultado eleitoral foi considerado desastroso. Álvaro Almeida não conseguiu mais do que 10,3% dos votos, ficando muito atrás do vencedor Rui Moreira (44,4%) e do socialista Manuel Pizarro (28,5%).

“Álvaro Almeida, o candidato da coligação Porto Autêntico – PPD/PSD.PPM à presidência da Câmara do Porto nas eleições autárquicas do ano passado, tornou-se militante do PSD, proposto por Rui Rio, na sequência da vitória deste nas eleições diretas para a presidência do partido”, lê-se no comunicado enviado pelo gabinete do novo líder do PSD.

Segundo o mesmo comunicado, a inscrição de Álvaro Almeida no partido faz parte de um “passo simbólico” traçado por Rui Rio para o seu mandato como presidente do partido: “Voltar a abrir o partido à sociedade e chamar para dentro da sua estrutura quadros qualificados”.

Álvaro Almeida é doutorado em Economia na London School of Economics and Political Science, tendo sido, entre 1997 e 2000, economista do Fundo Monetário Internacional. De 2005 a 2010, foi presidente do Conselho Diretivo da Entidade Reguladora da Saúde, tendo em 2014 recebido a Medalha de Serviços Distintos, Grau “Ouro”, do Ministério da Saúde. Em 2015 foi nomeado Presidente do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde do Norte, de onde se demitiu em 2016.

Álvaro Almeida: “Não tenho afinidades com o PSD porque não sou do PSD”

Durante a campanha eleitoral no Porto, Álvaro Almeida dizia frequentemente concordar com os princípios do PSD, mas nunca se comprometia com as opções ideológicas do partido. “Não tenho afinidades com o PSD porque não sou do PSD. Tenho afinidades com princípios”, dizia em entrevista ao Observador.