A Nissan e-NV200 é um furgão compacto, mas com grande capacidade de arrumação, podendo oferecer uma versão optimizada para o transporte de passageiros, para carga, ou para uma mistura de ambas. O modelo em si não é novidade, o que tem de novo nem sequer está à vista, pois é das baterias que se trata. As anteriores de apenas 24 kWh cederam o seu lugar às novas com maior capacidade, com 40 kWh e similar à do novo Leaf, o que permite incrementar a autonomia em 60%.

O e-NV200 é fornecido em versão de passageiros, onde cabem até sete pessoas, ou de carga, em que é possível alojar, num espaço com 4,2 m3, duas paletes normalizadas com um peso de até 701 kg, existindo ainda uma versão mista, que persegue o melhor de dois mundos. A diferença é que o motor de 109 cv (o mesmo do antigo Leaf) deixa de ser alimentado por uma bateria com uma capacidade de 24 kWh, para passar a usufruir de 40 kWh. Com esta modificação, que à semelhança do que aconteceu no Leaf, não limitou o espaço interior – uma vez que a bateria, apesar de maior, ocupa o mesmo volume –, o furgão passa a anunciar uma autonomia de 280 km, segundo o ciclo de homologação NEDC, mais 100 km do que anteriormente. Se em vez do ciclo NEDC nos concentrarmos no mais recente e realista WLTP, o e-NV200 passa a anunciar uma capacidade de percorrer 200 km entre recargas, num percurso misto, sendo que se operar em ambiente urbano, o WLTP afirma que pode atingir 301 km.

O novo e-NV200 chega ao nosso país em Abril, por um valor que ronda os 27.000€, ou seja, mais cerca de 2.000€ do que a versão anterior, com bateria de 24 kWh e menos autonomia.

[jwplatform 0JJAlaR1]