Rádio Observador

António Costa

Portugal 2020 em “velocidade de cruzeiro” e país à frente da execução na UE, diz Costa

António Costa afirmou que "temos em velocidade de cruzeiro a execução do Portugal 2020" e que o ano passado o país ocupou "o primeiro lugar no nível de execução" no seio da União Europeia.

NUNO VEIGA/LUSA

O primeiro-ministro, António Costa, congratulou-se esta sexta-feira pela “velocidade de cruzeiro” do Portugal 2020, revelando que, em 2017, Portugal liderou o nível de execução dos países da União Europeia com “programas acima dos cinco mil milhões de euros”.

“Felizmente, hoje, temos em velocidade de cruzeiro a execução do Portugal 2020, a nível nacional e a nível regional”, disse, numa sessão em Évora, apontado também a “boa execução” do programa operacional regional Alentejo 2020.

No ano passado, salientou António Costa, Portugal ocupou mesmo, “pelo segundo ano consecutivo, o primeiro lugar no nível de execução” no seio da União Europeia e no conjunto dos países “que têm programas acima dos cinco mil milhões de euros”.

E, continuou, em 2017, em termos das empresas, “também a nível nacional conseguimos ultrapassar a meta a que nos tínhamos proposto”. Segundo o primeiro-ministro, foram alcançados “os 1.300 milhões de euros de fundos colocados” nas empresas, continuando a vigorar “o objetivo de chegar ao final deste ano com dois mil milhões de euros dos fundos colocados às empresas”.

António Costa discursava no início de uma reunião com o Conselho da Região da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo, em Évora, para discussão da Estratégia Nacional para Portugal 2030, que conta também com a presença do ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Política

Portugal: um país anestesiado

José Pinto

A um país anestesiado basta acenar com o Simplex, versão revisitada. Ninguém vai questionar. A anestesia é de efeito prolongado. O problema é se o país entra em coma.

Política

Bem-vindo Donald Trump, António Costa merece!

Gabriel Mithá Ribeiro

A direita em Portugal, e o PSD muito em particular, nunca foram capazes de afirmar um discurso sociológico autónomo. CDS-PP e PSD insistem em nem sequer o tentar, mesmo quando se aproximam eleições.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)