O PS continua a subir e o PSD a descer nas intenções de voto, mesmo após a eleição de Rui Rio como novo líder do partido. Numa sondagem realizada entre 14 e 17 de janeiro, divulgada pelo Expresso, o PS cresce 1,1 pontos percentuais face a 15 de dezembro (sobe para os 41,3%), ficando 14,4 pontos percentuais à frente do PSD (que desce de 27,9% para 26,9%). Os partidos da chamada “geringonça” somam mais de 56,7% das intenções de voto contra 33,9% dos antigos parceiros de governo PSD e CDS.

O Bloco de Esquerda desce 0,1 pontos percentuais, mas mantém-se confortavelmente como terceira força nas intenções de voto: cai de 8,6 para 8,5%. O CDS sobe, mas apenas 0,1 pontos percentuais: de 6,9% para 7%. O mesmo acontece com a CDU, que cai de 7% para 6,9%. A variação é mínima, mas o CDS passa para quarta força e a CDU para quinta força política.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, continua a ser o político mais popular com um saldo de 63,6 pontos, seguido de António Costa com 33,5 pontos. Assunção Cristas surge com 8,4 pontos, à frente de Passos Coelho (7,8), Jerónimo de Sousa (4) e Catarina Martins (2,1).