O futebolista Majeed Waris foi esta sexta-feira oficializado como reforço do FC Porto até ao final da época, por empréstimo do Lorient, ficando os dragões’ com opção de compra.

“Não estou aqui pelo meu nome. Estou muito contente e pronto para dar tudo para que o clube tenha sucesso e ganhe troféus”, afirmou o jogador ao Porto Canal.

Waris espera criar uma boa sintonia com os companheiros de posição, nomeadamente os também africanos Aboubakar, Marega e Brahimi: “São jogadores fantásticos, marcam quase sempre. Também estou aqui para os ajudar a marcar mais golos e a que a equipa ganhe. Provavelmente poderemos marcar mais alguns golos juntos. É isso o mais importante: não quem marca mas fazermo-lo juntos.”

O jogador disse que tinha outras opções, mas explicou porque escolheu o Dragão: “É provavelmente o clube em que os meus sonhos se podem tornar realidade, jogar numa liga de topo e na ‘Champions’. Falei com alguns amigos, o Christian Atsu e o Opare, que estiveram cá antes. Ajudaram-me a decidir vir para aqui.”

O ganês foi o melhor marcador do campeonato sueco em 2012, com apenas 21 anos, ao serviço do Hacken (23 golos em 29 jogos), e, na liga francesa, representando o Valenciennes e o Lorient, tem uma marca interessante de 31 golos em 87 partidas.

Além da sueca, já experimentou as ligas russa (Spartak Moscovo, entre 2012 e 2014) e turca (Trabzonspor, em 2014 e 2015). Marcou ainda presença no Mundial do Brasil, em 2014.