Fuzileiros da Marinha Portuguesa participam até 26 de janeiro no exercício militar MARFIBEX-81, que se realiza em Espanha, com o objetivo de testarem a sua prontidão, anunciou hoje este ramo das Forças Armadas Portuguesas.

“Os fuzileiros portugueses, através da Força de Fuzileiros nº1, participam neste exercício de natureza anfíbia com a Armada Real Espanhola, integrados no Primer Batallón de Desembarco (BDE-1), no âmbito dos compromissos assumidos com a NATO, força que estará em prontidão durante todo o ano”, explica uma nota publicada hoje na página da Internet da Marinha Portuguesa.

Com um efetivo de 121 militares, a força portuguesa embarcará no navio de assalto anfíbio JUAN CARLOS I, que os projetará para o campo militar da SIERRA DEL RETÍN, junto a Barbate, na província de Cádiz.

“A fase tática decorrerá entre 22 e 26 de janeiro, permitindo à Força de Fuzileiros nº1 consolidar as técnicas, táticas e procedimentos inerentes às operações anfíbias, com recurso a meios militares de superfície, terrestres e aéreos de outras nacionalidades”, acrescenta a nota.

Com cerca de cinco anos de participação contínua, os exercícios com a Infantaria de Marinha espanhola assumem um especial relevo para a Marinha portuguesa, em particular pela importância da interação com forças congéneres e a aferição do seu nível de proficiência e prontidão, com consequentes ganhos operacionais.

“Este exercício permite consolidar a integração da Força de Fuzileiros portuguesa no batalhão espanhol e testar a sua prontidão num cenário de conflito onde potencialmente poderão vir a ser empregues”, sublinha a Marinha Portuguesa.