A primeira estação de supercarregadores da Tesla em território nacional foi inaugurada em Fátima, nos primeiros dias de Janeiro, estando destinada a resolver as necessidades dos condutores dos Model S e X – e, em breve, também dos proprietários do Model 3 – que viajam entre Lisboa e Porto. Agora, tal como previsto, entrou em funcionamento a segunda estação específica da marca americana, próximo de Montemor-o-Novo, visando servir aqueles que se deslocam no eixo Lisboa-Madrid.

Integrada no complexo turístico L’And Vineyards, a cerca de 100 km da capital e a 6 km da auto-estrada A6, a segunda estação de supercarregadores possui, à semelhança da que existe em Fátima – nos terrenos do Restaurante e Pensão Floresta, a pouco mais de 2 km da auto-estrada A1 – oito postos de carga que fornecem energia eléctrica com uma potência de 120 kW, bastante superior aos 43 kW que são fornecidos nos postos de carga rápidos em Portugal. O que se justifica, dada a capacidade das baterias dos Tesla, que podem atingir 100 kWh e que, graças aos supercarregadores, podem receber 80% de carga em apenas 30 minutos.

A actual lista de superchargers da Tesla será completada em breve com novas estações, a abrir em Faro, Castro Verde, Guarda, Braga e Vila Real, onde os clientes da marca podem abastecer a 120 kW e com um custo de 23 cêntimos o kWh, superior ao que se pode carregar em casa, numa wallbox a 7,3 kWh, com custos em tarifa bi-horária de 10 cêntimos durante o período da noite e 19 cêntimos de dia. Ainda assim, poucos serão os condutores dos Model S e X que irão suportar os custos, uma vez que quem adquiriu os veículos da marca norte-americana até 2017 tem direito a energia gratuita ilimitada neste tipo de postos de carga. E mesmo os outros usufruem de 400 kWh gratuitos, o que ajuda a baixar a factura, pelo menos no primeiro mês.