Empresa de carsharing que opera apenas com veículos da marca BMW e Mini, a DriveNow, que em Portugal é representada pela Brisa, conta já 50 mil viagens realizadas pelos seus automóveis, em apenas quatro meses de actividade em Lisboa, que é também a primeira cidade ibérica a dispor deste serviço.

Com uma frota de 211 carros disponível numa área que vai desde a estação de comboios de Algés até ao Parque das Nações, passando pela Segunda Circular até ao Lumiar e ao aeroporto, a DriveNow funciona num sistema de free floating, com os utilizadores a poderem requisitar a viatura, para cumprir as mais diferentes deslocações (por exemplo, ir a Cascais ou a Sintra, e voltar), deixando-a, em seguida, em qualquer lugar – desde que dentro da área delimitada como de actuação da companhia.

Como ter carro (para umas voltinhas), não tendo

Os utilizadores têm primeiramente de subscrever o serviço, através de uma aplicação para smartphone, recebendo em seguida um código, que lhes permitirá ter acesso ao veículo, cuja utilização implica o pagamento de valores ao minuto que variam entre os 0,29€ de um Mini e os 0,31€ de um BMW. Preços já com tudo incluído, nomeadamente combustível, estacionamento (em qualquer lugar, com ou sem parquímetro) e seguro.

Recorde-se que a DriveNow é uma joint-venture do Grupo BMW e da rent-a-car Sixt SE para o carsharing, cujos serviços estão disponíveis num total de 13 cidades europeias, com mais de um milhão de subscritores.