A Câmara de Leiria oferece este ano 35 dias de entradas gratuitas no Castelo e museus do concelho, anunciou esta quarta-feira a autarquia, considerando que esta é também uma forma de “promoção da oferta cultural do município”.

Segundo uma nota de imprensa da câmara, presidida por Raul Castro, “em 2018, estão definidos 35 dias em que não se paga para visitar os espaços museológicos de Leiria”, sendo que, em 12 deles, a oferta é, apenas, para quem reside no concelho. “Leiria associa-se desta forma a uma série de datas comemorativas nacionais e internacionais relacionadas com o património e o turismo”, refere a mesma nota.

À agência Lusa, o vereador Gonçalo Lopes, que tem, entre outros, os pelouros da Cultura e Turismo, explicou que a iniciativa pretende “proporcionar o acesso à cultura a pessoas que, em condições normais, não têm possibilidade de visitar estes espaços, por razões de distância ou do preço do bilhete”.

“Por outro lado, são dias também especiais, em que temos uma programação diferente associada ao motivo da entrada gratuita, como por exemplo concertos temáticos ou roteiros”, exemplificou Gonçalo Lopes, adiantando que o município quer também acompanhar “alguma coerência a nível nacional de, em datas específicas, ter estes espaços com abertura gratuita, como noutros locais pelo país fora”. O vereador afirmou ainda que se trata de “promover os espaços culturais”.

“Inserimos isto numa lógica promocional e de marketing da marca Leiria que não implica investimento direto, mas, ao abdicarmos da receita de bilheteira, estamos a dar um contributo para atrair novos públicos”, referiu, para acrescentar a importância da iniciativa na promoção da oferta cultural.

Este ano, as primeiras datas de entrada livre nos espaços museológicos de Leiria são 07, 08 e 09 de abril. No dia 07, assinala-se o Dia Nacional dos Moinhos, mas a realização de atividades no âmbito do Dia dos Moinhos Abertos justifica mais dois dias sem pagar, considera a autarquia.

No Agromuseu Municipal D. Julinha, Castelo de Leiria, m|i|mo — museu da imagem em movimento, Moinho do Papel e Museu de Leiria “todos terão oportunidade de usufruir da oferta cultural e patrimonial do município sem pagar bilhete de entrada” nas datas já definidas.

“No âmbito da comemoração dos 100 anos do Museu de Leiria — Convento de Santo Agostinho, no primeiro domingo de cada mês, os munícipes de Leiria podem entrar gratuitamente, necessitando de apresentar apenas um comprovativo de morada”, adianta. Também no Centro de Diálogo Intercultural, que abrange a Igreja da Misericórdia e a Casa dos Pintores, a visita não é paga durante todo o ano.