Davos

Portugal vai integrar painel internacional para a economia sustentável dos oceanos

Portugal vai participar no painel internacional para a economia sustentável dos oceanos, iniciativa política impulsionada pela Noruega e lançada esta quinta-feira em Davos.

J. FONTES/LUSA

Portugal vai participar no painel internacional para a economia sustentável dos oceanos, iniciativa política impulsionada pela Noruega e que juntará países costeiros de vários continentes, disse esta quinta-feira à agência Lusa fonte do executivo português.

A mesma fonte adiantou que o primeiro-ministro, António Costa, aceitou o convite feito pela sua homóloga norueguesa, Erna Solberg, para participar neste painel internacional que reunirá chefes de Governo e de Estado de diversos países e cujo lançamento é feito esta quinta-feira em Davos, durante o Fórum Económico Mundial. Além da Noruega e de Portugal, este painel terá a participação de países como a Austrália, México, Japão, Gana, Guiné-Conacri, Namíbia, Indonésia, Fiji e Jamaica.

A economia sustentável dos oceanos é um dos temas que está na agenda de António Costa em Davos, durante a sua participação no Fórum Económico Mundial.

Na última Assembleia Geral das Nações Unidas, em setembro passado, em Nova Iorque, o primeiro-ministro fez uma intervenção de fundo numa conferência sobre proteção ambiental dos oceanos, também promovida pela Noruega, em que defendeu a importância do desenvolvimento de uma “economia azul”. Nessa sua intervenção, António Costa salientou que Portugal está a trabalhar com governos e parceiros internacionais para estabelecer nos Açores um centro internacional de pesquisa.

“Uma organização científica internacional nas ilhas dos Açores que tem como objetivo desenvolver uma nova plataforma de pesquisa interdisciplinar, explorando as sinergias entre espaço, clima, energia, ciências do oceano e do conhecimento”, disse. O primeiro-ministro evocou também a tradição marítima de Portugal e os 500 anos da circum-navegação de Fernão Magalhães e referiu-se à importância da investigação científica marinha.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Global Shapers

Investir em startups não é um hobby!

David Braga Malta
232

Só uma indústria de venture capital de base portuguesa, trabalhando em conjunto com business angels de áreas onde têm uma grande experiência, pode garantir a existência de startups promissoras.

Governo

Cogitações sobre a remodelação /premium

Maria João Marques

Costa promoveu pessoas com pouquíssima experiência profissional fora da vida política. É dos piores indicadores para qualquer político. Viver sempre na bolha dos partidos é péssimo cartão de visita.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)