Dark Mode 149kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Soão, o novo restaurante asiático de Lisboa

O espaço que fica na rotunda de Alvalade só abre ao público no final de Fevereiro, mas o Observador mostra-lhe já alguns pormenores sobre esta novidade.

i

O chef Luís Cardoso (à esq.) e o bartender Vasco Martins (à dir.)

O chef Luís Cardoso (à esq.) e o bartender Vasco Martins (à dir.)

Quem tiver passado pela rotunda de Alvalade (Lisboa) nos últimos tempos, pode já ter reparado nos tapumes sépia que forram a fachada do prédio que fica ao lado do Cinema City. “Soão — Taberna Asiática”, é o que se lê ainda hoje, se por lá passar, e é esse mesmo o nome do restaurante asiático que aí vai abrir no final de fevereiro. Apesar de ainda faltar algum tempo para a inauguração, o Observador dá-lhe já algumas informações sobre este projeto que terá como chef principal Luís Cardoso.

Tudo começou “há mais de seis meses”, como nos explicou fonte ligada ao projeto. Chef e responsáveis do restaurante passaram três semanas a percorrer o continente asiático, saltando entre cidades como Bangkok, Seul, Tóquio, Hong Kong ou Macau, “almoçando e jantando várias vezes por dia” sempre em espaços muito diferentes: “Desde comida de rua a restaurantes normais, a sítios com Estrela Michelin”, explicou Luís Cardoso.

Soão - taberna asiática from Seame Group on Vimeo.

O chef foi o primeiro português a liderar o Aya, icónico restaurante japonês de Takashi Yoshitake (mais tarde passou pelo Assuka), e já levam mais de 15 anos a explorar a cozinha asiática. Ao Observador revela que o Soão vai ser uma taberna asiática dividida em dois andares, cada um com ambientes distintos, mas o chef estará no piso térreo, a cozinhar à frente dos clientes, atrás de um balcão.

A oferta gastronómica passará por uma série de pratos oriundos de países como Japão, Índia, China, Coreia do Sul, Tailândia e Vietname mas, segundo António Querido, um dos três sócios fundadores do Grupo Sea Me “a carta não ficará por estes seis países. Ao longo do tempo, queremos refletir toda a Ásia, ir a outros pontos e trazer à cidade a gastronomia e a cultura de várias paragens asiáticas”.

Outra grande aposta desta novidade serão os cocktails de Vasco Martins, bartender que passou pelo Bairro Alto Hotel e outros espaços em Barcelona e Melbourne. As bebidas que irá servir, claro está, vão ser um cruzamento entre clássicos da coquetelaria e sabores asiáticos.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.