O West Ham oficializou esta sexta-feira a contratação por empréstimo do internacional português João Mário, proveniente do Inter, assinando até ao final da temporada pelo 11.º classificado da liga inglesa de futebol.

“Estou muito feliz por estar aqui”, declarou o português, em declarações ao sítio oficial dos ‘hammers’ na Internet, ao qual confessou estar “entusiasmado por jogar na ‘Premier League'”.

João Mário, que vai vestir a camisola 18 no clube londrino, junta-se aos portugueses José Fonte, colega de seleção, e Domingos Quina no emblema inglês, e explicou que o defesa-central lhe enviou várias mensagens a incentivá-lo a juntar-se à equipa.

“O José falou-me do clube e da canção que temos, ‘I’m Forever Blowing Bubbles’ [cântico dos adeptos], e isso foi muito importante para vir”, contou o médio, 31 vezes internacional português.

O atleta, formado no Sporting, disse estar feliz por chegar “a um clube histórico, com um estádio fantástico e jogadores fantásticos”, deixando ainda elogios ao treinador, o escocês David Moyes, que na quinta-feira já tinha confirmado o negócio.

O West Ham descreve a primeira contratação no ‘mercado de inverno’ como um “médio talentoso e capaz de criar e marcar golos” e revelou que o jogador já treinou com os colegas.

João Mário já está, inclusive, convocado para o jogo de sábado, frente ao Wigan, a contar para a quarta eliminatória da Taça de Inglaterra.

O Sporting transferiu o internacional luso para o Inter de Milão na última época por 40 milhões de euros, mas esta temporada o jogador foi opção para o treinador Luciano Spalleti em apenas 14 jogos, quatro como titular, registando cinco assistências para golo.

João Mário, de 25 anos, fez a formação no Sporting e, nas temporadas de 2014/15, com Marco Silva, e 2015/16, com Jorge Jesus, foi um dos jogadores nucleares na equipa dos ‘leões’, com a conquista da Taça na primeira época e Supertaça na segunda.