A esmagadora maioria dos automóveis modernos oferece ao seus utilizadores a função MirrorLink, que espelha no ecrã do veículo o display do smartphone, permitindo a utilização de forma mais fácil e segura de todas as aplicações pessoais. Associada a esta surgem as aplicações Apple CarPlay e Android Auto, ambas gratuitas, que os clientes apenas têm de instalar para que o automóvel e o telefone se transformem num só.

As vantagens do Apple CarPlay e do Android Auto são evidentes, permitindo realizar chamadas e trocar SMS, entre outras funções, sem retirar os olhos da estrada ou até pegar no telefone – o que é proibido, enquanto se conduz –, pois na maioria das vezes tudo está acessível através de comandos por voz. Face ao rol de benesses, até os veículos mais pequenos e acessíveis oferecem o acesso, e até incentivam, a usar estas aplicações. Mas não a BMW.

Para início de conversa, a BMW não disponibiliza o sincronismo com o Android Auto, o que é no mínimo estranho, pois há mais aparelhos com o sistema operativo Android do que IOS. Contudo, tudo indica que com a integração ainda este ano do Google Assistant e do Alexa, da Amazon (que assegura o comando por voz), esta situação possa vir a ser ultrapassada.

Actualmente, segundo Don Smith, o responsável pelas soluções tecnológicas da BMW nos EUA, a BMW cobra cerca de 300€ pela activação do Apple CarPlay, que qualquer Clio, Polo, Ibiza ou Fiesta de 15.000€ oferece gratuitamente. A partir do próximo ano, a marca alemã vai passar a oferecer o primeiro ano de utilização, mas a cobrar anualmente cerca de 75€ nos anos seguintes. Segundo Don, em declarações durante o recente Salão de Detroit, isto pressupõe uma vantagem para os clientes que recorram ao CarPlay, mas que depois troquem para Android, sendo que não divulgou quanto é que os utilizadores deste sistema operativo vão ser obrigados a pagar de anuidade.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

É certo que a Apple cobra um determinado valor a cada construtor que queira oferecer o CarPlay, mas cobra tanto à BMW como à Renault ou Volkswagen, e é um custo “one off”, e não um pagamento por cada unidade que usufrua do sistema.

Em Portugal, o Apple CarPlay não está disponível, segundo o que conseguimos apurar junto dos responsáveis pela BMW, porque o Siri, o comando por voz, não está ainda disponível ainda em português, mas somente em brasileiro. Mas tudo indica que, quando tal acontecer, usufruir do sistema obrigará a um pagamento anual.