A SpaceX vai lançar o foguetão mais poderoso do mundo, pela primeira vez, a 6 de fevereiro, diz a CNN. O Falcon Heavy equivale a três Falcon 9 juntos (foguetões que têm sido utilizados pela SpaceX), tem três vezes mais força e já tem capacidade para levar pessoas a Marte, apesar de Elon Musk planear produzir um modelo diferente apenas para esse efeito.

Até à data, o foguetão mais poderoso da história era o Saturn V, da NASA, que foi usado para ir à lua. Não é utilizado desde a década de 1970. Na primeira missão espacial, o Falcon Heavy vai levar um carro Tesla Roadster, da coleção pessoal de Musk (que também é presidente executivo da Tesla).

O Roadster já está há muito tempo arrumado no compartimento de carga da cápsula, localizada no topo do foguetão, que tem 70 metros de altura. Em janeiro, faltava apenas testar os 27 motores do foguetão e aguardar por melhores condições para o lançamento.

Quando perguntaram a Musk no Twitter por que queria desperdiçar um carro que vale 100 mil dólares, o multimilionário respondeu que adorava “a ideia de ter um carro à deriva no espaço, aparentemente de forma interminável, e que talvez fosse descoberto por uma raça alienígena daqui a milhões de anos”.

Se o primeiro lançamento correr bem, a SpaceX vai ser capaz de enviar satélites e outro tipo de cargas para o espaço. A empresa já se comprometeu em levar três satélites de telecomunicações da Arabsat (Arábia Saudita), da Immarsat (Reino Unido) e da Viasat (California) para o espaço.

O Falcon Heavy custa 90 milhões de dólares (72 milhões de euros) e é 45% mais caro do que o Falcon 9, o foguetão que tem sido utilizado nas missões da SpaceX. O foguetão mais caro é produzido pela United Launch Alliance e custa mais de 400 milhões de dólares.