505kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Puigdemont publica vídeo no Youtube: "Não há outro candidato possível"

Este artigo tem mais de 4 anos

Já passaram "três meses exatos desde que uma parte do Governo da Catalunha se instalou em asilo", diz Puigdemont num vídeo que publicou esta terça-feira no Youtube.

i

Carles Puigdemont/Youtube

Carles Puigdemont/Youtube

“Não há nenhum outro candidato possível nem outra combinação aritmética possível“, afirma Carles Puigdemont num vídeo de sete minutos publicado esta terça-feira no Youtube. Referindo-se à sua investidura, Puigdemont destaca que “os 68 deputados independentes que estavam dispostos” a fazer a sua investidura como presidente “são a melhor garantia democrática para a salvação do plenário”.

Depois de permanecer em silêncio ao longo do dia — para o qual estava agendado o plenário que ia decidir a sua tomada de posse — Puigdemont divulgou, oito horas mais tarde, uma mensagem através das redes sociais.

O Parlamento da Catalunha tinha esta terça-feira de decidir se avançava com a investidura de Puigdemont, desobedecendo ao Tribunal Constitucional espanhol, ou se adiava essa cerimónia. Tal não aconteceu e Puigdemont lamentou que o plenário tenha sido adiado: “Infelizmente a sessão plenária não foi realizada, o presidente do Parlamento escolheu outro caminho e devemos respeitar sua decisão”.

A democracia implica aceitar os resultados eleitorais e o Estado não só não os aceitou como tentou mudá-los”, acusa Puigdemont.

O Tribunal Constitucional tomou uma medida cautelar que impede a investidura à distância de Puigdemont, refugiado na Bélgica e com um mandato de busca e captura em Espanha por suspeitas de ter cometido delitos de rebelião, sedição e peculato. Passaram três meses “exatos que parte do Governo da Catalunha se instalou em asilo”, relembra Carles Puigdemont no vídeo publicado.

Puigdemont presidente da Catalunha? Oito perguntas e respostas para uma questão complicada

Ainda no vídeo, Puigdemont revelou que sentiu “muitas vozes que exigem urgentemente que acabemos com [artigo] 155” — e defendeu que a “investidura e a formação de um governo é o caminho mais rápido” para se atingir esse objetivo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.