A Autoridade da Concorrência (AdC) deu ‘luz verde’ à compra pelo Ikea do Parque Eólico do Pisco, na região da Guarda, alegando não criar entraves à concorrência efetiva no mercado da produção de energia elétrica, segundo um aviso publicado.

A decisão, tomada na quarta-feira, efetiva a compra da ‘holding’ do grupo internacional Ikea à Windpartners Renováveis. A compra das ações do parque eólico foi efetuada através da subsidiária portuguesa Ikea Portugal — Móveis e Decoração.