A delegação norte-coreana, composta por esquiadores e patinadores que vão competir nos Jogos PyeongChang2018, chegou esta quinta-feira à Coreia do Sul, juntando-se ao grupo de jogadoras de hóquei no gelo integrantes de uma histórica equipa conjunta dos dois países.

A delegação, composta por 32 membros, 10 dos quais atletas, liderada pelo vice-ministro dos Desportos da Coreia do Norte, chegou em silêncio, ignorando as perguntas do batalhão de jornalistas, escoltada por um forte dispositivo de segurança.

Um primeiro grupo, constituído por 12 jogadoras de hóquei no gelo norte-coreanas e três técnicos, tinha chegado à Coreia do Sul em 25 de janeiro, com vista à participação nos Jogos Olímpicos de Inverno, entre 9 e 25 de fevereiro.

Esta será a primeira equipa conjunta apresentada pelas duas Coreias – que tecnicamente se mantêm em guerra desde a década de 1950 — num evento desportivo desde 1991, estando previsto que os dois países desfilem sob a chamada bandeira unificada, na cerimónia de abertura.

A formação da equipa conjunta fez parte dos históricos acordos alcançados em janeiro entre as duas Coreias, após anos de tensão crescente devido ao avanço nuclear do regime de Pyongyang, que permitiram a participação do Norte nos Jogos de PyeongChang2018.