Todos os 950 mineiros que esta quinta-feira tinham ficado presos numa mina na África do Sul foram resgatados. Os trabalhadores ficaram bloqueados debaixo de terra durante quase 24 horas devido a uma falha elétrica.

A mina de Beatrix fica perto da cidade de Welkom, a quase 300 quilómetros de Joanesburgo. A região foi abalada por uma forte tempestade que provocou um corte de eletricidade: o elevador que transporta os mineiros para dentro e fora da mina ficou desativado e todos os trabalhadores ficaram presos no subsolo.

Falha elétrica deixa 950 mineiros bloqueados na África do Sul

Na manhã desta quarta-feira, a energia regressou à cidade de Welkom e os mineiros puderam sair naturalmente da mina, depois de quase 24 horas debaixo de terra. James Wellsted, o porta-voz da Sibanye-Stillwater, a empresa que detém a mina, disse à BBC que existem “alguns casos de desidratação e tensão arterial elevada mas nada sério”.

James Wellsted explicou também que todos os trabalhadores foram mantidos o mais perto possível da superfície, para que pudessem ter o máximo de ventilação e recebessem água e comida. “Mantivemo-los lá em vez de tentarmos usar uma escapatória secundária que levaria a uma caminhada de quatro horas“, explicou à CNN.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Apesar do final feliz, o sindicato dos mineiros sul-africanos questiona “a falta de planos de contingência para lidar com este tipo de incidentes”. Em 2017, morreram 80 mineiros na África do Sul.