Novas imagens de satélite publicadas pela Planet Labs Inc. mostram que a barragem de Theewaterskloof, o maior reservatório de água da Cidade do Cabo, secou quase por completo em sete anos. A capital sul-africana está a atravessar uma crise de água motivada pelas alterações climáticas e pelo crescimento populacional. A situação é tão grave que a Cidade do Cabo pode tornar-se a primeira do planeta a ficar completamente seca: o Dia Zero, dizem as autoridades, deve chegar a 16 de abril. Neste momento, a água de todas as barragens da cidade chegam para abastecer apenas um quarto da população.

Seca. Cidade do Cabo, na África do Sul, pode ficar sem água em abril deste ano

Na última terça-feira, a capacidade da barragem de Theewaterskloof estava apenas a 13%, ou seja, dos 480 milhões de metros cúbicos que suporta, apenas estavam ali armazenados 62,4 milhões. O problema é que só esta barragem fornece água a mais de 56% dos 4 milhões de pessoas que vivem na Cidade do Cabo, Neste momento, estima-se que mais de metade da população da cidade viva com menos de 87 litros por dia, mas é possível que esse valor ainda baixe para os 25 litros.

Veja aqui em baixo a evolução da barragem de Theewaterskloof num gif. criado pela Planet Labs Inc.. E aceda à fotogaleria para ver como a Cidade do Cabo está a sufocar.

[jwplatform 1btV8ag4]