Mais conhecido pelas suas capacidades e proezas no alcatrão, o Nissan 370Z é um desportivo respeitado, cujo motor 3.7 V6 atmosférico de 344 cv lhe permite atingir 100 km/h em apenas 5,2 segundos e só não ultrapassa 250 km/h por que a isso está limitado electronicamente. A partir de agora, este modelo, que foi concebido para brilhar em estradas de asfalto, pode igualmente mostrar os seus dotes em zonas cobertas de neve e gelo, uma vez que a Nissan decidiu conceber a versão 370Zki, uma gigantesca moto de neve.

O protótipo, apresentado a poucos dias da abertura do Salão Automóvel de Chicago, onde deverá ser pela primeira vez exibido ao público, é no fundo uma “brincadeira” dos engenheiros da marca nipónica. Para levarem a cabo esta missão impossível, tiveram de fazer profundas alterações no descapotável. A começar pela retirada da transmissão de origem, o elevar da carroçaria em 7,6 cm e a criação de ligações apropriadas para uma nova suspensão traseira, de onde desapareceram os pneus e, no seu lugar, surgiu um par de lagartas.

Simultaneamente, tanto o sistema de travagem como o sistema de escape tiveram de ser reconfigurados, enquanto o pára-lamas traseiro teve de ser alargado de forma a conseguir acomodar as lagartas herdadas de um American Track Truck. Já na secção frontal, as ligações ao solo são feitas através de um par de generosos skis, similares aos da motos de neve, mas substancialmente maiores, pois em vez dos habituais 300 kg, esta snowmobile da Nissan pesa mais de 1.700 kg.

Os skis surgem montados em guarda-lamas igualmente alargados e similares aos traseiros, sendo que é também na frente, sob o capot, que continuam o motor e a caixa de velocidades original, no caso uma transmissão automática de sete velocidades.

No entanto, caso esteja já a pensar quando é que poderá comprar a 370Zki, saiba que será muito difícil, senão mesmo, impossível. É que, conforme já referimos, trata-se apenas uma “brincadeira” dos engenheiros da Nissan para atrair visitantes ao stand do construtor no próximo Salão de Chicago. E esta tendência para transformar carros em moto de neve também não é nova para a marca, que já a tinha aplicado, ainda que com outros contornos, aos SUV Pathfinder, Murano e Qashqai.